Ft. João Filipe Albuquerque

Conceito de Sohier para a vida

Já falamos anteriormente que a partir da abordagem proposta pelo Conceito de Sohier, a fisioterapia passou a compreender de forma mais ampla o funcionamento da máquina humana, numa busca constante pelo estado de harmonia articular (clique aqui). E dentro da fisioterapia, esse entendimento culmina na integridade biológica dos tecidos, garantindo o bom funcionamento do corpo na sua plenitude. Mas essa harmonia também pode ser compreendida para diversas áreas da vida.

Harmonização plena

Não faz sentido cuidar do funcionamento da máquina, se não cuidar da mente e não devolver a homeostase (equilíbrio) do organismo (quando o corpo tem a melhor matéria prima disponível, você vive no seu melhor – fazer do alimento um auxiliar do desempenho físico e mental – cultivar a própria saúde é uma tarefa nobre e fundamental para que qualquer pessoa encontre a felicidade), por exemplo.

Pode não parecer, mas a forma de lidar com determinadas situações, a alimentação, a postura, entre outros tantos fatores tem a sua importância. O organismo é vivo e, por isso, não deve ter seu cuidado pontual. Há de se entender a complexidade de toda estrutura humana.

Eu vou sempre bater na tecla de que a prioridade deve ser entender como a máquina deve funcionar. Eu entendo a saúde de forma mais ampla. Não quero me ater apenas a fisioterapia, mas é preciso compartilhar informações sobre como as pessoas não compreendem o funcionamento”, ressaltou o fisioterapeuta e especialista no conceito de Sohier João Filipe.

Desafios cotidianos na manutenção do equilíbrio

Se levadas em consideração apenas as questões mecânicas, tratadas na área da fisioterapia, a tecnologia pode ser como um dos desafios mais latentes. São celulares cheios de atrativos que prendem cada vez mais os usuários. Seja no âmbito profissional ou até mesmo no horário de lazer, as pessoas passam a maior parte do tempo em frente ao computador.

Ou seja, o ser humano é cada vez mais condicionado ao uso da tecnologia. Enquanto algumas perspectivas tratam esta como a vilã da história, é preciso ter uma consciência: mesmo com o surgimento das tecnologias, por meio do bom funcionamento da máquina, é possível alcançar uma performance harmoniosa, muito embora o que se vê seja a adoção de hábitos danosos. Mas o quadro pode ser alterado por meio da propagação de informações.

O mantra do equilíbrio

“Eu trato isso como filosofia de vida. Se o organismo funcionar bem, não tem sintoma, doença, nada. É como um carro, você não coloca qualquer combustível. É preciso fazer isso com a sua máquina. Mas quando você vai fazer isso, as pessoas estranham. No entanto, eu não ligo mais para esse estranhamento porque sei como eu era antes, sei como sou hoje, como me sinto, como a minha máquina se sente, e eu vejo as pessoas se destruindo, até mesmo meus amigos e familiares. E depois aparecem os sintomas. Por isso, saúde pode ser visto sim como uma filosofia de vida”, justificou o especialista.

 


Post a comment